make action GIFs like this at MakeaGif
Fique por dentro
recent

Clique na imagem e ouça agora a Rádio SOUDAQUIMANGA

Meia Hora faz capa antológica e explica o golpe numa imagem

"Prateleiras vazias, lojas fechadas, postos sem combustível, ônibus parados, risco de faltar gás e até remédios", aponta a capa sobre o cenário da cidade.

O jornal Meia Hora, do Rio de Janeiro, deste sábado (26), traz uma capa antológica, onde compara o caos brasileiro à volta à Idade da Pedra. Com a greve dos caminhoneiros, que chegou ao sexto dia, e a incapacidade do governo de Michel Temer em dialogar com a categoria para construir uma solução, o tabloide sugere aos leitores “onde caçar a sua própria comida”.

“Prateleiras vazias, lojas fechadas, postos sem combustível, ônibus parados, risco de faltar gás e até remédios”, aponta a capa sobre o cenário da cidade. De acordo com o jornal, o Sindicato de Bares e Restaurantes do Rio informou que alguns estabelecimentos podem parar já na próxima semana por causa da falta de insumos.

Os protestos dos caminhoneiros são contra os sucessivos aumentos do diesel desde que Michel Temer conseguiu assumir a presidência da República, após o golpe contra Dilma Rousseff. A política de preços adotada pela Petrobras, com Pedro Parente à frente, passou a ser baseada na cotação do barril de petróleo no mercado internacional, em dólar. Desde julho de 2017, o preço da gasolina comercializada nas refinarias acumula alta de 58,76% e o do diesel, valorização de 59,32%, segundo o Valor Online.

O Meia Hora é ligado ao grupo O Dia, voltado ao público das classes C e D, custa R$ 1 de segunda a sábado e R$ 2 aos domingos. Um de seus objetivos editoriais é ser de fácil compreensão. No Facebook, a capa teve grande repercussão, alcançando mais 1,4 mil compartilhamentos na página do veículo, número muito mais alto do que o das capas anteriores.
soudaquimanga

soudaquimanga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

by: soudaquimanga (2011-2015) - Manga, MG. Tecnologia do Blogger.