make action GIFs like this at MakeaGif
Fique por dentro
recent

Ouça agora (tocador na barra direita)

Ouça agora (tocador na barra direita)
Em fase experimental

Justiça local cassa mandato do prefeito Quinquinha

Sentença determina ainda pagamento de multa e suspensão dos direitos políticos; Joaquim de Oliveira Sá Filho (PPS) contratou própria empresa para prestar serviços ao município, de 2008 a 2012.

O Juiz João Carneiro Duarte Neto, da 2ª Vara Cível e Criminal de Manga, cassou o prefeito do município, Joaquim de Oliveira Sá Filho (PPS), por improbidade administrativa. A decisão, publicada nessa terça-feira (11), determinou ainda a suspensão dos direitos políticos do prefeito, além de ordenar o pagamento de multa.

A decisão foi baseada em uma Ação Civil Pública que apontou irregularidades na contratação de uma empresa para fazer a travessia de balsa no Rio São Francisco, no período de 2008 a 2012, quando Joaquim Filho era prefeito do município.


De acordo com a Ação, a empresa pertence ao prefeito e não poderia ter sido contratada pela administração. Porém, a contratação foi feita com dispensa de licitação, conforme a denúncia.

O juiz João Carneiro afirmou na sentença que "as provas apresentadas no processo são uma verdadeira confusão entre o público e o privado, numa clara ofensa aos princípios administrativos constitucionais”.

O advogado Renato Massiere, que defende o prefeito no processo, afirmou que irá recorrer da decisão. Ele diz que a empresa do prefeito já prestava o serviço ao município há mais de 20 anos, por existir na época apenas duas balsas no município que poderiam fazer a travessia. “Acredito que a decisão foi injusta e, por isso, iremos recorrer para tentar uma decisão mais justa no Tribunal de Justiça”.

Fonte: G1
soudaquimanga

soudaquimanga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

by: soudaquimanga (2011-2015) - Manga, MG. Tecnologia do Blogger.