Fique por dentro
recent

Clique na imagem e conheça os produtos Hinode

Vai sorrir? “Tenho orgulho de ser presidente. Não sei como Deus me colocou aqui”, diz Temer

Em pronunciamento, presidente denunciado por corrupção passiva negou as acusações, pediu “provas concretas”, atacou o empresário Joesley Batista, disse que foi vítima de “uma nova categoria da Justiça”, a denúncia por “ilação” e ainda chamou a denúncia apresentada pela PGR de “ficção”. Assista a íntegra

Em pronunciamento no Palácio do Planalto, acompanhado de ministros e parlamentares, na tarde desta terça-feira (27), o presidente Michel Temer tentou se defender da denúncia por corrupção passiva da Procuradoria-Geral da República (PGR) enviada nesta segunda-feira (26) ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Em sua declaração, Temer negou a denúncia da PGR de que tenha praticado corrupção em um esquema de pagamento de propina com Joesley Batista, dono da JBS, e atacou o empresário.

“No caso do senhor grampeador, o desespero de se safar da cadeia moveu a ele e seus capangas para, na sequência, haver homologação de uma delação e distribuir o lema da impunidade”, afirmou o peemedebista. A denúncia do procurador-geral da República tem como base a delação de Joesley Batista e a gravação de uma conversa entre o empresário e Temer em sua residência, em que Temer diz para Joesley que “tem que manter isso”. A fala seria uma referência ao esquema com o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, preso depois de se revelar que transportou uma mala com R$500 mil, que seria propina destinada a Temer.

De acordo com Michel Temer, ele seria vítima do que considera uma nova categoria da Justiça no Brasil: a denúncia por “ilação”. “Percebo que reinventaram o Código Penal e incluíram uma nova categoria: a denúncia por ilação. Abriu-se um precedente perigosíssimo em nosso Direito”, afirmou, classificando ainda a denúncia de Janot como “ficção”.

Ao final de sua fala, depois de pedir “provas concretas”, atacar ainda mais Joesley e a denúncia de Rodrigo Janot, Temer defendeu seu governo e as reformas que vem capitaneando e ainda disparou: “Tenho orgulho de ser presidente. Não sei como Deus me colocou aqui”.
soudaquimanga

soudaquimanga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

by: soudaquimanga (2011-2015) - Manga, MG. Tecnologia do Blogger.