make action GIFs like this at MakeaGif
Fique por dentro
recent

Clique na imagem e conheça os produtos Hinode

Entenda por que os países dirigem de lados diferentes

Quando falamos em trânsito, aposto que você está mais do que acostumado a ocupar o lado direito da rua, estrada ou rodovia para onde quer que vá. No entanto, você também já deve ter ouvido falar de outros países que seguem uma ordem de circulação inversa. A Inglaterra é um dos principais exemplos de nações que dirigem do lado esquerdo, mas esse time também inclui países como África do Sul, Austrália, Índia, Indonésia, Irlanda, Jamaica, Japão, Nova Zelândia e muitos outros, como até mesmo a região de Hong Kong.

Porém, mais do que uma simples questão de escolha, existe um panorama histórico muito interessante que nos permite entender por que os motoristas de todo o mundo dirigem de lados diferentes. Por mais que hoje a maior parte do mundo utilize o lado direito, os registros apontam que nem sempre foi assim e o lado esquerdo foi o primeiro a ser escolhido.

Os romanos

Existe uma evidência arqueológica que aponta que foram os romanos os primeiros a criar uma ordem para o trânsito. Isso porque durante a expansão do Império Romano foram construídas muitas estradas em toda a Europa e foi preciso estabelecer regras para que as pessoas pudessem utilizar as rodovias.

Em 1998, especialistas descobriram uma estrada que ligava a uma pedreira na região de Swindon, na Inglaterra. Ao analisar a obra – que possivelmente foi feita pelos romanos – eles concluíram que o lado esquerdo da pista havia sofrido maior desgaste, indicando que essa seria sua principal via de acesso. Infelizmente, não é possível saber ao certo quais foram as razões que levaram os romanos a fazer essa escolha, mas acredita-se que seja pelo mesmo motivo de a prática ter sido mantida durante a Idade Média.

Nessa época, as estradas não eram seguras para os viajantes. Por esse motivo, os historiadores acreditam que o lado esquerdo da via foi adotado para que as pessoas destras que viajavam montadas em cavalos pudessem empunhar armas e se defender com facilidade sempre que precisassem. E, como as pessoas montadas costumavam ser maioria, as outras simplesmente seguiram o exemplo.

A ideia deu tão certo que em 1300 o Papa Bonifácio VIII decretou que todos os peregrinos a caminho de Roma deveria seguir a regra supostamente proposta pelos romanos durante todo o trajeto. Depois disso, a lei foi mantida no Ocidente até o final do século 17.

Os americanos

Foi apenas com a entrada do século 18 que os americanos se viram obrigados a mudar a regra por causa do tipo de veículo vigente na época. As tradicionais carruagens puxadas por vários cavalos costumavam ocupar as estradas quase por completo, o que obrigava as outras pessoas a seguir o lado que os carroceiros escolhiam. Como as carruagens geralmente não tinham assento, era comum que os motoristas destros se sentassem no cavalo mais a esquerda para que pudessem controlar todos os animais com o chicote na mão direita.

Dessa maneira, a atividade ficava mais fácil se o motorista ocupasse o lado direito da
estrada. Além disso, o motorista que montava o cavalo à esquerda tinha maior visibilidade da rodovia e podia ter mais controle sobre o trânsito.

Aos poucos, o novo sistema foi ganhando adeptos e no final do século 18 o estado da Pensilvânia passou uma lei decretando que o lado oficial de circulação seria o direito. Rapidamente a lei se espalhou pelos Estados Unidos e pelo Canadá.
Os franceses e os britânicos

Na Europa, a troca de mão nas estradas começou com a França. As razões que levaram os franceses a abandonar o trânsito do lado esquerdo não são muito claras, mas existe uma série de especulações. Alguns dizem que os franceses revolucionários não queriam obedecer ao decreto do Papa. Outros defendem que a mudança ocorreu porque eles não queriam seguir a mesma regra da Inglaterra. Ainda há quem diga que foi tudo ideia de Napoleão Bonaparte.

Independente dos motivos que levaram os franceses a ocupar o lado direito da rua, fato é que Bonaparte foi o responsável por espalhar a opção pelos países que conquistou. E, mesmo depois de ter sido derrotado, muitas nações continuaram utilizando esse sistema. A mais relevante delas foi a Alemanha, que seguiu disseminando a regra nos territórios que também conquistou.

Por sua vez, a Inglaterra seguiu com sua opção de ocupar o lado esquerdo das estradas, já que as grandes carruagens de estilo americano não se adaptaram às estreitas ruas de Londres e outras cidades britânicas. Ainda, a Inglaterra não foi conquistada por Napoleão ou pelos alemães, ou seja, não sofreu a influência dessas nações.

Assim, em 1756, dirigir pelo lado esquerdo da rua passou a ser lei na Inglaterra. Com o crescimento do Império Britânico, a regra chegou a outras partes do mundo. Atualmente, o país mais populoso a seguir o padrão britânico é a Índia.
soudaquimanga

soudaquimanga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

by: soudaquimanga (2011-2015) - Manga, MG. Tecnologia do Blogger.