make action GIFs like this at MakeaGif
Fique por dentro
recent

Ouça agora (tocador na barra direita)

Ouça agora (tocador na barra direita)
Em fase experimental

Dallagnol defende prisão de Aécio Neves

"O afastamento objetiva proteger a sociedade. Desobedecido, a solução é prender Aécio, conforme pediu o PGR Janot", publicou no Twitter o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato; mesmo depois da determinação do ministro do STF Edson Fachin, que negou o pedido de prisão contra o senador feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mas afastou Aécio do cargo, o gabinete do tucano continua funcionando normalmente no Senado; na última sexta, Janot reforçou ao Supremo o pedido de prisão do parlamentar, flagrado pela PF pedindo R$ 2 milhões para o empresário Joeslely Batista.

O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, defendeu no Twitter nesta segunda-feira 12 a prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).

"O afastamento objetiva proteger a sociedade. Desobedecido, a solução é prender Aécio, conforme pediu o PGR Janot", postou Dallagnol.

Mesmo depois da determinação do ministro do STF Edson Fachin, que negou o pedido de prisão contra o senador feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mas afastou Aécio do cargo, o gabinete do tucano continua funcionando normalmente no Senado.

Segundo reportagens da Folha e do Estado de S.Paulo, Aécio também continua recebendo todos os auxílios à disposição dos parlamentares que estão no exercício do mandato.

Na última sexta-feira 9, Janot reforçou ao Supremo o pedido de prisão do parlamentar, flagrado pela pela Polícia Federal pedindo R$ 2 milhões em propina para o empresário Joeslely Batista, dono da JBS. Seu primo Frederico Pacheco de Medeiros, o Fred, que recebeu parte do dinheiro, está preso.

Para Janot, que também pediu a manutenção da prisão da irmã de Aécio, Andrea Neves, "a abundância de provas materiais concretas e idôneas imputadas aos presos em concurso com Aécio Neves, a alta gravidade do delito e o risco de reiteração" tornam "a prisão preventiva imprescindível para garantia da ordem pública".
soudaquimanga

soudaquimanga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

by: soudaquimanga (2011-2015) - Manga, MG. Tecnologia do Blogger.