make action GIFs like this at MakeaGif
Fique por dentro
recent

Clique na imagem e conheça os produtos Hinode

35 alimentos mais saudáveis de todos

Nossa preocupação em manter uma alimentação saudável é cada vez maior e, pensando nisso, a revista Time pediu que a nutricionista Alicia Romano fizesse uma lista com os alimentos mais saudáveis do momento, e, claro, nós resolvemos compartilhar essa lista com nossos leitores – até mesmo porque ela está repleta de alguns itens improváveis. Confira tudo a seguir e, depois, nos conte quais deles fazem parte da sua dieta:

Harissa: Essa pastinha apimentada contém vários ingredientes saudáveis, como pimenta, alho e azeite de oliva. A pimenta, por exemplo, é repleta de elementos capazes de aliviar a dor e de proteger contra o câncer.

Queijo de cabra: A vantagem desse queijo em relação aos outros é a quantidade de gordura, que é bem menor. Além do mais, o queijo de cabra contém proteína, cálcio e ferro.

Pipoca: Por essa você não esperava, a gente sabe! A boa notícia é que, de acordo com Romano, pipoca é um alimento rico em fibra. Logicamente, o ideal não é comer pipoca de micro-ondas nem a de cinema – elas são lotadas de sal, manteiga e gordura. Em vez disso, prefira de panela, com pouco sal.

Coco: Essa fruta queridinha de várias receitas doces é rica em potássio, e a água de coco é ótima no quesito hidratação – além do mais, se você coloca um pouco de água de coco no arroz que está cozinhando, as calorias do alimento são reduzidas.

Carne vermelha orgânica: Muito se tem falado a respeito dos alimentos orgânicos, que são obviamente mais saudáveis. No caso da carne vermelha, isso tem a ver com o fato de que ela vem de animais criados sem hormônios e com uma alimentação mais natural. São carnes com menos gorduras saturadas e ricas em “gorduras do bem”, como ômega-3. Além do mais, é uma boa fonte de proteína e ferro.

Ghi: Essa manteiga clarificada, feita de leite de vaca ou de búfala, presente principalmente na culinária indiana, é de digestão mais fácil e tem muitas vitaminas em sua composição. Pode ser uma boa substituta de óleos de cozinha e outras manteigas.

Salmão enlatado: Segundo Romano, essa é não somente a versão mais barata do peixe, mas também uma fonte rica de vitamina D, que é essencial à saúde dos ossos e fundamental para a absorção de cálcio.

Spirulina: Essa alga é rica em muitas vitaminas, nutrientes e antioxidantes, que protegem as células do nosso corpo. Para quem não come carne, a spirulina é uma ótima fonte de proteína e pode ser encontrada nas versões em comprimidos, pó ou em flocos.

Limão: Assim como a laranja, o limão é rico em vitamina C, que ajuda a proteger a saúde das nossas células, além de auxiliar a produção fisiológica de colágeno – isso é ótimo para a cicatrização.

Tofu: Mais uma ótima fonte de proteína para quem é vegetariano – e também para quem não é. O tofu é rico em cálcio e ferro – para substituir o bacon de uma receita, surpreenda-se com o poder do tofu defumado (obrigada, Bela Gil <3).

Batata-roxa: Taí uma ótima fonte de potássio, que é um elemento fundamental para uma boa pressão sanguínea. A cor dessa batata a deixa bonita e nos mostra que ela é uma ótima fonte de antocianina, um antioxidante poderoso que, entre outros benefícios, é também um bom aliado da sua saúde cardíaca.

Fermento nutricional: Além de ter um gostinho bem atraente, esse fermento é riquíssimo em proteína com os nove aminoácidos essenciais, além de zinco, selênio, vitamina B e muita fibra.

Ostras: Mais uma fonte rica de proteína, ômega-3, ferro, cálcio, zinco e vitamina B12, ingredientes mais do que necessários para uma boa saúde neurológica e sanguínea.

Manga: Essa fruta cheia de fiapos é repleta de vitaminas e antioxidantes, mas quem se destaca mesmo é a vitamina A, fundamental para a saúde dos olhos: apenas uma manga já garante 45% da quantidade de vitamina A que você precisa ingerir por dia.

Morango: É difícil encontrar alguém que não goste de morangos, e a boa notícia é que, além de saborosa, essa fruta é uma ótima fonte de vitamina C e de outras substâncias que fazem bem à saúde dos ossos e ao metabolismo. Morangos são ricos também em antocianinas, que fazem muito bem ao coração. Um estudo realizado em 2013 revelou que mulheres que comem mais de meio copo de morangos por semana têm menos chances de sofrer um ataque cardíaco.

Amora: Outra fruta deliciosa e que você deveria consumir com mais frequência. Ricas em fibras, as amoras nos dão aquela sensação de saciedade que nos faz comer menos e, além de tudo, são ricas nas vitaminas K e C e em manganês. Alguns estudos já descobriram que o consumo regular de amora está associado a uma melhor saúde mental. A cor forte dessa fruta é responsável por benefícios para o sistema imunológico.

Alcachofras: Eis uma bela combinção nutricional, rica em ácido fólico, fibras, vitamina C, vitamina K e antioxidantes. Na hora de escolher uma boa alcachofra para comprar, pegue a mais pesada e firme.

Chucrute: Alemães, poloneses e ucranianos estão acostumados a comer essa conserva de repolho que pode fazer muita gente torcer o nariz, mas que, na verdade, é uma opção alimentar bastante saudável. O chucrute é rico em fibras, proteínas, ferro, manganês, sódio, magnésio, cálcio e cobre.

Bacalhau: Esse peixe é uma ótima opção de proteína e, além do mais, tem pouca gordura e altos níveis de ômega-3, sendo um excelente pedido para a sua saúde cardíaca.

Maçã: Essa lista aqui parece ter sido encomendada pela sua mãe, a gente sabe, mas a verdade é que maçã é outro alimento fundamental para uma boa saúde. Rica em fibra e capaz de diminuir os níveis de colesterol ruim, essa fruta também é uma ótima dica para quem quer emagrecer – depois de comer uma maçã, sua próxima refeição terá 15% a menos de calorias, conforme revelou este estudo. E se você tem problemas intestinais, uma maçã por dia vai ajudar a melhorar a situação.

Folhas de beterraba: Muita gente nem faz ideia, mas a verdade é que não só podemos como devemos comer também as folhas da beterraba. Cheias das vitaminas A e K, essas folhas são uma ótima fonte de cálcio. Você pode fazer salada com elas ou refogá-las, como se faz com a couve.

Chicória: Rica em inulina e em fibras, a chicória é ótima para quem está com o colesterol ruim nas alturas. Além do mais, é uma planta repleta de vitamina A e B, além de ferro, potássio e betacaroteno.

Milho: Sabia que comer milho faz bem à visão? Pois é. Um dos maiores sucessos das temporadas na praia é rico em luteína e zeaxantina, componentes que ajudam você a enxergar bem.

Azeitona: Amadas por uns e odiadas por outros, as azeitonas são ótimas para a saúde do seu coração e também do seu cérebro. Outra boa notícia: elas ajudam você a manter o peso e, como se não bastasse, previnem o acúmulo de gordura nas artérias.

Abóbora: As sementes da abóbora têm altos índices de potássio e magnésio. A abóbora em si é uma ótima fonte de betacaroteno, que faz bem ao seu sistema imunológico – além disso, é uma excelente pedida para quem tem problemas de digestão.

Aspargo: O ácido fólico é essencial para muitas funções relacionadas ao sistema circulatório e é abundante nos aspargos, que também têm grandes quantidades das vitaminas A, C e K.
Figo: Carregado das vitaminas A e C, os figos são conhecidos também pela variedade de utilidades em pratos culinários. Não custa você dar uma chance a essas simpáticas frutas.
Gengibre: Essa raiz é facilmente encontrada no Brasil e, além de dar um sabor único aos pratos, é repleta de betacaroteno e capsaicina. Quer melhorar o mecanismo de defesa do seu corpo? Então comece a usar gengibre em sopas, sucos, molhos e afins.

Manjericão: Mesmo quem não é muito fã de coisas verdes (que feio, hein!) provavelmente gosta de manjericão, essa folhinha que dá um gosto mais do que especial a diversos molhos. Além do sabor e do cheirinho típicos, as folhas de manjericão contêm antioxidantes e substâncias anti-inflamatórias e são cheias de vitaminas.

Café: O queridinho de todas as manhãs é uma bebida complexa formada a partir de diferentes componentes, como antioxidantes e substâncias que parecem diminuir o risco do surgimento do diabetes tipo 2, da Doença de Alzheimer e do câncer de fígado. Isso, claro, quando consumido sem açúcar e cremes.

Sementes de girassol: Eis uma boa forma de ingerir vitamina E que, adivinha só, faz muito bem ao seu sistema imunológico. Além, é claro, de ser um petisco bem interessante.

Salsinha: Outro tempero de gosto ímpar e cheirinho inconfundível, a salsinha não apenas melhora o sabor de qualquer prato, ela é também repleta de vitaminas essenciais à saúde dos seus ossos e dos seus sistemas nervoso e imunológico também. A salsinha é conhecida, ainda, por seus efeitos anti-inflamatórios.

Hortelã: Folhinhas de hortelã são utilizadas há séculos por pessoas que têm problemas intestinais, e se esse é o seu caso, talvez esteja na hora de você começar a consumir essas saborosas e perfumadas plantinhas.

Cenoura: Outro alimento versátil e saboroso, a cenoura é uma fonte maravilhosa de vitamina A. Além do mais, em alguns lugares ela é encontrada nas cores vermelha, roxa e amarela – essas cenourinhas coloridas são ricas em antioxidantes como licopeno e betacaroteno.

Amaranto: Essa sementinha é cheia de fibras e é naturalmente livre de glúten, o que é uma excelente opção para celíacos. Para melhorar, é uma ótima fonte de proteína e de substâncias que diminuem o colesterol do mal.
soudaquimanga

soudaquimanga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

by: soudaquimanga (2011-2015) - Manga, MG. Tecnologia do Blogger.